Uma carta pra mim mesma

by - segunda-feira, abril 24, 2017

Essa carta não é só pra mim do passado e do futuro, mas pra todos que se inspirarem com essas palavras. 

Já fazem 18 anos desde que respiro nesse mundo, sabe quantas coisas já aconteceram? Eu já morei nesse litoral inteiro da minha região, decorei cada beco da minha cidade e ainda lembro de cada cheiro e de cada canto dos lugares que vivi, das prainhas, das pessoas e da minha importância ali, naquele momento, coisa que eu não sabia até então. 

Descobri que aniversário é sempre uma coisa curiosa, a cada ano que passa, você fica mais perto daquilo que você imaginava quando criança, as responsabilidades, as descobertas, os amores e tudo o que a vida pode te proporcionar de acordo com o seu número. Mas também acho que quem nos proporciona algo, somos nós mesmos, e de fato é.

Mas com tudo isso, vem aquelas pequenas implicâncias que insistimos em ter, sim, porque seria muito mais fácil você apenas ir atrás da solução. Mas sabe que as vezes isso é bom, saber quando parar é importante e diferenciar o que é aprendizado também. Momentos ruins acontecem o tempo todo e tudo bem acontecer.

Se eu pudesse dar apenas um conselho pra mim mesma ou pra você, que tá lendo isso agora, seria: se proporcione ser tudo de mais infinito que há nessa vida, sinta, seja, fale de peito aberto porque em algum momento dessa sua vida, você vai parar e pensar o que poderia ser diferente. Se sentir, faça mas sem arrependimentos se caso não for a melhor escolha, seja fiel aos teus sentimentos e a você. A importância de se acreditar e de sentir-se completo é a coisa mais pura que a gente pode ter.

A vida pode até não ser fácil, mas não complica vai.

You May Also Like

2 comentários