In comportamento filmes e séries how i met you mother netflix relacionamento

Parou pra pensar que todos nós somos o Ted Mosby?


Depois de muito tempo, comecei a assistir How I Met Your Mother, provavelmente existe mais pessoas iguais a mim que só assistem a série que todos já assistiram, algum tempo depois. Mas antes tarde do que nunca, não é mesmo? Pra quem ainda não sabe, a série é contada por Ted Mosby e ele basicamente conta a vida dele antes e depois que encontrou a mãe de seus filhos, e pra que já assistiu ou ouviu falar, a síndrome de Ted é mais comum do que você pensa.

Tudo, mais ou menos, gira em torno de como foi fracassada a vida amorosa de Ted, todos os meios que ele achou pra correr atrás das pessoas do seu passado, as que ele encontrou no presente e o que ele poderia achar no futuro. É aquela típica história, que você já ouviu falar, de uma pessoa que não deu certo com ninguém e se sente perdedora por isso. Se apaixonou por alguém que virou amigo, correu atrás de quem tratou um pouco mal no passado e via possibilidade em conquistar algo novo sem ao menos conhecer, tudo isso pelo interesse em ter um relacionamento estável. Várias tentativas e nenhum sucesso.

Ao longo dos episódios pude perceber que todos nós em algum momento, fomos Ted Mosby, e que essa síndrome dele é a coisa mais comum que você encontra por aí e nem mesmo percebe isso. Aquela esperança de ter algo concreto e de achar que qualquer possibilidade vai ser sua única chance e que se não der certo, ferrou, nunca mais vai aparecer algo novo. E com isso, vem a cobrança a si mesmo: "será que o problema sou eu?""se eu mudar minhas roupas, ou meu jeito...", "o que eu preciso fazer?".

Parece um pouco desesperador mas a série em si já te conta o que acontece no final, Ted acha a mãe de seus filhos, o que significa que ele encontra a pessoa que tanto procurou. Pode ter demorado, ter feito ele passar por momentos constrangedores mas de muito aprendizado. 

O fato é, que o amor da sua vida pode demorar um ano, dois, dez, talvez vinte, mas ele vai te encontrar, você pode achar que é da boca pra fora mas eu te garanto que nenhuma procura e nenhuma espera é em vão. Curta sua vida, se divirta, tudo bem achar pessoas erradas e achar que elas são as certas. Em algum momento da sua vida, você vai olhar pra trás e rir de tudo isso, porque você vai sim, encontrar alguém e essa síndrome de Ted Mosby vai se tornar história.

Related Articles

2 comentários:

  1. Concordo plenamente com você .
    Eu não acompanhei a serie inteira,mas o meu irmão maratonou e eu acabei assistindo muitos episodios dessa série.
    Ted representa essa nossa busca pelo amor onde quebramos diversas vezes a cara .
    Eu me identifiquei bastante com ele.Na verdade de todos os personagens da serie acho que ele é o mais facil de alguém esbarrar em alguem como ele.
    Você conhece alguem com a auto estima do Barney? Eu não.E nem quero conhecer

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu já conheci alguns parecidos com ele mas ainda bem que existem mais Ted's no mundo. Realmente, essa nossa busca constante por amor é o que a série relata, pelo menos ao meu ponto de vista.

      Excluir